quarta-feira, 6 de junho de 2012

50 provas de que Deus é imaginário - REFUTADAS (parte 2)




Olá, leitores. A seguir está a análise dos 12 primeiros argumentos do site godisimaginary.com contra a existência de Deus. As citações traduzidas do site estarão marcadas em itálico.
Prova # 1 - Tente rezar

Como podemos provar que Deus não existe? Uma forma seria a de encontrar uma contradição entre a definição de Deus e o Deus que experimentamos no mundo real.

Vamos ver ao longo da argumentação do autor que há vários problemas nas premissas que ele supõe para poder discutir o assunto. Por exemplo, quem disse que pode existir uma "definição" objetiva de Deus? E quando o autor fala em "experimentar", ele está usando o sentido científico do termo. Quem estuda sobre Deus sabe que por Deus ser transcendente ao mundo físico, é impossível constatá-lo usando ciência, por causa das próprias limitações do método científico. Mas vamos continuar. O autor sugere que façamos uma oração, e em seguida mostra alguns versículos bíblicos para defender seu ponto.

"Querido Deus, todo-poderoso, todo-poderoso, criador todo-amoroso do universo, nós vos pedimos para curar todos os casos de câncer nesta noite planeta. Nós oramos com fé, sabendo que você vai nos abençoar como você descreve em Mateus 7:7, Mateus 17:20, 21:21 Mateus, Marcos 11:24, João 14:12-14, 18:19,  Mateus 05:15 e Tiago 5:15-16. Em nome de Jesus oramos, amém."


"Peçam, e lhes será dado, procurai e encontrareis; batei e será aberto para você. Pois todo aquele que pede, recebe, e quem procura encontra e àquele que bate será aberto. Ou o que o homem de vocês, se seu filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, se lhe pedir peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!" (Mt 7.7)

"Porque em verdade, vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará, e nada vos será impossível para você." (Mt 17.20)

"Eu lhe digo a verdade, se você tem fé e não duvidar, não só você pode fazer o que foi feito à figueira, mas também você pode dizer a esta montanha: 'Vai, atira-te ao mar', e ele vai ser feito. Se você acreditar, você receberá tudo o que pedirdes na oração." (Mt 21.21)

"Por isso vos digo, tudo o que pedirdes na oração, crede que já o receberam, e ele será seu." (Mc 11.24)

"Eu digo a verdade, alguém que tem fé em mim, fazer o que tenho vindo a fazer. Ele vai fazer coisas ainda maiores do que estas, porque Eu vou para o Pai. E eu farei tudo o que pedirdes em meu nome, de modo que o Pai seja glorificado com o Pai. Você pode me pedir qualquer coisa em meu nome, e eu o farei . " (Jo 14.12-14)

"Mais uma vez vos digo que, se dois de vós concordarem na terra sobre qualquer coisa que queiram pedir, isso será feito por eles, meu Pai no céu. Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles." (Mt 18.19)

"E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará. Se pecou, ​​ele será perdoado. Portanto, confessem seus pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para que vocês possam ser curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz." (Tg 5.15-16)

"Tudo é possível àquele que crê." (Mc 9.17)

"Porque para Deus nada será impossível." (Lc 1.37)

Depois desta exaustiva enxurrada de versículos sem absolutamente nenhum contexto, surgem as argumentações do autor. Por que uma oração como esta não é respondida por Deus?

Primeiro, façamos distinção entre "oração respondida" e "oração atendida". Deus pode responder uma oração com um "não". Isto quer dizer que a oração não foi atendida. Mas isso não entraria em contradição com os versículos acima? Bem, o fato é que estes versículos, e aliás nenhum texto bíblico deve ser considerado isoladamente como uma verdade absoluta. A Bíblia contém um corpo coerente de ensinamentos que deve ser considerado em conjunto.

Por exemplo, a Bíblia afirma que devemos procurar conhecer a vontade de Deus  (Rm 12.1) e contém inúmeros exemplos e ensinamentos de que não se deve agir pelos próprios méritos, mas sempre se ter as ações guiadas pela vontade de Deus e aquilo que agrada a Ele. (Leia Sl 25.4,5; 143.10; Tg 1.5,6; At 16.6,7; Jo 6.28,29;). Eu diria que aquele que tem um relacionamento íntimo com Deus chega ao ponto de perguntar a Deus o que pedir. Afinal, Deus conhece o coração das pessoas, sabe a motivação delas ao pedirem, e ainda sabe quais serão as consequências de dar a aquela pessoa o que ela está pedindo. Tudo isto deve ser levado em consideração.

Mas então o uso da palavra "tudo" nos versículos é errado. Portanto, Deus seria um mentiroso. Há duas coisas a comentar a respeito desta objeção. A primeira é que, independente de ser tudo ou não, Deus pode ter misericórdia  e bondade tais para não conceder à pessoa aquilo que ela está pedindo, se Ele sabe que atender o pedido gerará uma consequência ruim no futuro. A segunda coisa é que há um requisito para que orações sejam atendidas - a fé. A Bíblia afirma que a fé necessária para operação de milagres é um dom sobrenatural, que vem de Deus (Ef 2.8, 1 Co 12.9). Portanto, não é todo mundo que possui fé suficiente para fazer estas coisas. De fato, apesar de Jesus comparar esta quantidade de fé a um grão de mostarda, esta quantidade é impossível de ser alcançada por um humano sem a ajuda do próprio Deus. Aliás, eu acho que a comparação do grão de mostarda não foi em relação ao tamanho, mas sim ao potencial que a fé tem. E não vou discutir se "mover montanhas" é literal ou não, pois acaba fugindo do ponto aqui.
Deve-se lembrar que a Bíblia é um conjunto completo e coerente de ensinamentos, deve-se considerar o que outros trechos da Bíblia têm a dizer sobre o assunto. Leia por exemplo Tiago 4.3: "Vocês pedem, mas não recebem porque pedem mal; para gastar com vossos prazeres". Perceba aqui que não são todas as orações que necessariamente são respondidas. Existe pelo menos um tipo de oração que nunca é respondida, segundo este texto.
Há um outro texto na Bíblia que é muito claro, e inclusive entra em contradição com a palavra do autor:  "Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve." (1 João 5.14). Alguém poderia argumentar que esse seria um caso de contradição da Bíblia, já que Jesus diz para Deus dá qualquer coisa e aqui diz para pedir de acordo com a vontade de Deus. Mas eu já disse que os versículos não são verdades isoladas, a verdade está no conjunto de informações da Bíblia. É verdade que Deus pode dar qualquer coisa, mas Ele não dá por exemplo algo que irá prejudicar seus filhos (Leia por exemplo Lucas 11.11-13).  Se a vontade de Deus é o conjunto daquilo que é perfeito e agradável (Leia Romanos 12.2), então Deus nos concede somente aquilo que é da Sua vontade, mas para o nosso próprio bem.
Há ainda uma outra restrição restrição bíblica sobre o que devemos orar. Mt 4.5-7 nos mostra que não devemos usar a oração para testar Deus, nem mesmo se a oração estiver de acordo com alguma outra orientação bíblica. Isto nos mostra que a intenção, no fundo, importa quando fazemos uma oração. Leia a prova # 41, onde eu falo um pouco mais sobre isso.  
O autor implica também com as palavras literais do texto: "nada será impossível para você". Também respondo a esta crítica simplesmente dizendo que se uma pessoa alcança tal nível de fé, ela terá um relacionamento tão intenso com Deus que ela de fato não usará sua fé para fazer "qualquer coisa". E volto a frisar que é muito difícil alcançar este nível de fé, ao contrário do que o autor tenta argumentar, sem fundamento. (Sobre algo ser impossível para Deus, leia aqui  sobre a definição de onipotência).

Portanto, concluimos que: (1) há uma diferença entre responder e atender a uma oração; (2) antes de orar, deve-se ter consciência de o que deve-se pedir; (3) Deus pode usar de misericórdia para não atender uma oração que foi feita não se pensando nas consequências que ela pode trazer.

Por último só gostaria de analisar o caso que Ele deu como exemplo: afinal, seria ruim curar todos os casos de câncer no mundo? Se você já leu algo sobre o Problema do Mal, sabe que os cristãos defendem que o Deus permite que o mal aconteça por várias razões. Muitas vezes este mal serve como um 'catalisador' para que um bem maior aconteça em seguida. Por exemplo, uma pessoa que se afastou de Deus, adquire um câncer, isto faz ela se lembrar de Deus e assim ela se reconcilia. E note que, mesmo se a pessoa morrer, isto foi na verdade um bem para ela, porque ela morreu alcançando a salvação, que afinal é o nosso objetivo de vida. Assim como eu imaginei esta situação, há várias outras situações possíveis e imagináveis para que um câncer faça parte do plano de Deus. Se Deus atendesse a uma oração dessas, Ele poderia estar mais fazendo um mal do que um bem para pessoas como a do exemplo que eu citei. E finalmente, o exemplo do autor mostra a pessoa orando simplesmente para testar se Deus existe ou não - ou seja, a oração não seria sincera e desinteressada, além de ir contra ao mandamento de não tentar a Deus (Mt 4.6,7).


Prova # 2 - Analise estatisticamente a oração

O fato é que Deus nunca responde as orações. Toda a idéia de que "Deus responde orações" é uma ilusão criada pela imaginação humana .

Como sabemos que "preces atendidas" são ilusões? Nós simplesmente realizar experimentos científicos. Pedimos a um grupo de crentes para orar por alguma coisa e depois vemos o que acontece. O que encontramos, quando testamos a eficácia da oração cientificamente, é que a oração tem efeito zero:
  • Não importa o que reza.
  • Não importa se oramos a Deus, Allah, Vishnu, Zeus, Rá ou qualquer outro deus humano.
  • Não importa o que orar.
  • Se executar científicos, duplo-cegos testes em oração, e se as orações envolvem algo concreto e mensurável (por exemplo, curando pessoas com câncer), sabemos que não há nenhum efeito da oração. Cada "oração respondida" single não é nada mais do que uma coincidência. Ambos os experimentos científicos e suas observações cotidianas do mundo mostram que este seja o caso de cada vez.
 Há um problema muito grave com esta prova. De fato, o autor usa um cientificismo para atestar a existência de Deus. Vimos no início que isto não é um método válido.

O método científico foi criado para estudar fenômenos da natureza. E funciona perfeitamente neste escopo, porque fenômenos da natureza são reprodutíveis e obedecem leis matemáticas definidas. Quando estamos tratando de Deus, estamos em primeiro lugar tratando de um Ser que é externo à natureza, e em segundo lugar analisando o comportamento de um ser que possui vontade. Um ser que possui vontade não se comporta deterministicamente. Por exemplo, vamos supor que um amigo seu te vê ao longe e queira te apresentar para um grupo de pessoas. Ele grita o seu nome, se você atender ficará claro para este grupo de pessoas que você existe, e ao ser apresentado elas passarão a te conhecer. Porém, basta que você não queira atender ao chamado do seu amigo para que estas pessoas fiquem sem te conhecer. Isto é, não existe uma lei da natureza que dita que você deve se apresentar sempre que te chamam pelo nome. Assim como não existe nenhuma lei da natureza que diga que Deus responde todas as orações. Portanto, é totalmente inviável fazer um experimento científico desta maneira.
Você pode encontrar muitos crentes que vão dizer, "A razão pela qual os experimentos científicos não conseguem detectar Deus é porque Deus deve permanecer oculto. Ele não responde as orações se ele sabe que ele vai ser detectado."
 Definitivamente eu não sou um destes crentes. O motivo não é este, mas sim o motivo que eu citei acima.
Portanto, como na Prova # 1, uma das duas coisas deve acontecer:
  • Deus é imaginário.
  • Deus existe, mas ele nunca responde às orações. Infelizmente, Deus é definido pela Bíblia para ser um ser que atende orações. A contradição entre a realidade de Deus e da definição de Deus prova que Deus não existe. Oração não funciona, porque Deus é completamente imaginário.
O problema está exatamente aí: o autor usa uma definição arbitrária de Deus, a saber, uma espécie de "máquina de atender orações". Deus é muito mais do que isso. É um fato que nós não precisaríamos nem orar por nada, já que Deus conhece nossas necessidades e possui um plano para nossas vidas. Eu acredito que oração é mais uma forma de criar e manter um relacionamento com Deus do que simplesmente uma espécie de "fonte mágica dos desejos".


Prova # 3 - Olhe para os deuses históricos

Hoje o "Deus" é tão imaginário como eram esses deuses históricos. O fato de que milhões de pessoas adoram a um deus não faz sentido.

O "Deus" e "Jesus" que hoje os cristãos adoram são realmente formados amálgamas de antigos deuses pagãos. A idéia de um "nascimento virgem", "enterro em uma tumba de pedra", "ressurreição após 3 dias" e "comer o corpo e beber do sangue" não tinha nada a ver com Jesus. Todos os rituais do cristianismo são totalmente feita pelo homem. O cristianismo é uma bola de neve que rolou sobre uma dúzia de religiões pagãs. Como a bola de neve cresceu, livremente ligada rituais e crenças pagãs, a fim de ser mais palatável para os convertidos. 
 Com certeza essa não podia faltar. Uma das técnicas preferidas do neo-ateu, afirmar que o cristianismo é um plágio de religiões antigas. Eu já escrevi sobre este assunto na postagem "Jesus: um plágio?".

Não se pode negar que existem elementos do cristianismo que vieram por influência sincretista, e como exemplo eu posso citar a adoção da data de 25 de dezembro e a adoração a Maria e veneração aos santos. Entretanto, pode-se rastrear estas misturas a partir do século III e IV da era cristã, quando o cristianismo torna-se religião oficial do Império Romano e os pagãos passam a ser convertidos à força. Muito desta influência foi rejeitado pelos idealizadores da Reforma Protestante. Sobre nascimento virginal, ressurreição após 3 dias, há uma interpretação meio que forçada dos elementos de cultura pagã para se assemelharem ao cristianismo, pois são apenas superficialmente semelhantes. Meu argumento está mais desenvolvido no link que eu deixei acima.

Prova # 4 - Pense na ciência

Observe o que acontece quando alguém é "curado milagrosamente". Uma pessoa está doente, reza pessoa (ou reza oração do círculo para a pessoa) e a pessoa fica curada. Uma pessoa religiosa olha para ele e diz: "Deus fez um milagre por causa da oração!" Que é o fim do mesmo.

Um cientista olha para ele de uma forma muito diferente. Um cientista olha para ele e diz: "A oração não tinha nada a ver com isso -. Há uma causa natural para o que vemos aqui Se entendermos a causa natural, então nós podemos curar muitas mais pessoas que sofrem da mesma condição."
Antes de responder, deixe-me introduzir um conceito primeiro. O conceito de níveis de causa. Por exemplo, se você usa um remédio e este faz efeito, é óbvio que pode-se atribuir a sua cura à ação biológica do remédio. Entretanto, se você pensar um nível acima, por exemplo, se seu primo não tivesse ido à farmácia comprar o tal remédio, você não teria se curado. Portanto, seu primo é uma das causas da sua cura, e você poderia agradecer a ele. No nível mais alto de todos, está Aquele que criou as leis da natureza para que o remédio agisse daquela forma. Daí concluímos que para qualquer coisa que nos acontece, sempre temos que agradecer a Deus.

Vou deixar o autor continuar para poder desenvolver mais.
Em outras palavras, é somente assumindo que a crença na oração é uma superstição e , portanto, Deus é imaginário que a ciência pode avançar.

Toda a ciência funciona desta maneira. Só assumindo que Deus não existe e oração não faz sentido que a ciência pode avançar. A razão pela qual os cientistas devem assumir que Deus não existe para que o método científico para trabalhar é porque Deus não existe.
O autor lançou a clássica falsa dicotomia entre fé e ciência.Se fosse verdade que a ciência só pode avançar quando se deixa a fé de lado, a ciência só poderia ter se desenvolvido numa sociedade ateísta. Mas não é isso que observamos historicamente. A única civilização na qual a ciência experimental surgiu e se desenvolveu foi a Europa pós-medieval cristã. E note que os principais cientistas entre 1600 e 1900 eram cristãos também. Eu já desenvolvi este argumento na série de postagens sobre o livro "A Alma da Ciência". Homens como Newton, Boyle, Lavoisier, Cuvier, Lineu, Maxwell, e Planck fizeram grandes contribuições ao conhecimento humano, mas sempre reconheceram a racionalidade divina impressa na natureza.
Uma coisa que o autor disse é correta: a ciência é por definição naturalista. O cientista, para investigar um fenômeno, deve lidar somente com fenômenos naturais e causas naturais. Mas isto não quer dizer que o sobrenatural não existe. Isto quer dizer que o cientista não tem ferramentas para dizer se o sobrenatural existe! Há muitas coisas que a ciência não possui escopo para explicar (veja o vídeo aqui), e a ciência não é o único meio de gerar conhecimento sobre o mundo. A filosofia, por exemplo, não é uma ciência (na verdade ela é mãe da ciência).

Prova # 5 - Leia a Bíblia

Abra [a Bíblia]  numa página aleatória, e você encontra isso:

"Portanto santificai-vos, e sede santos, porque eu sou o Senhor vosso Deus. Guardareis os meus estatutos, e observá-los, eu sou o Senhor, eu vos santifique. Todos os que amaldiçoar pai ou mãe será condenado à morte; ter amaldiçoado o pai ou a mãe, o seu sangue será sobre eles."

"Se um homem cometer adultério com a esposa de seu vizinho, tanto o adúltero ea adúltera deve ser condenado à morte. O homem que se deitar com a mulher de seu pai terá descoberto a nudez de seu pai, os dois deverão ser condenados à morte; seu sangue será sobre eles." (Textos de Levítico cap. 20)
Esta é uma objeção frequente, principalmente dos neo-ateus, sobre a veracidade do cristianismo. Tirar um texto aleatoriamente fora de contexto e jogá-lo desta forma não é um argumento sério. Deve-se no mínimo tentar entender as circunstâncias na qual isto foi escrito. Ah, mas Deus deveria ter escrito a Bíblia de forma que pudéssemos entender mais claramente... Eu discordo disto, não penso que Deus queria que fôssemos burros. Ele nos deu capacidade intelectual e para aprender qualquer coisa, precisamos estudá-la.
Sobre este texto de Levítico, primeiro note que todo o livro de Levítico é uma coleção de leis para um povo que acabou de se organizar e se prepara para estabelecer numa terra. Os hebreus tinham passado centenas de anos escravizados por um povo pagão, assim eles não tinham a mínima noção de justiça ou coisas do tipo. Por isso, as leis de Levítico tem o objetivo de ensinar aos hebreus a justiça, a nível bem básico mesmo (olho por olho, dente por dente), e também a santidade (santidade significa separação, dedicação exclusiva). As leis dos judeus nos parecem bem discriminatórias hoje em dia, mas no contexto da sociedade daquele tempo não eram, e ainda sim estavam num padrão acima das outras sociedades. Não que o padrão de Deus tenha mudado, mas Ele revelou aos poucos à humanidade a sua verdadeira essência, tendo chegado à revelação plena através dos ensinamentos de Jesus. Por isso o Novo Testamento deixa claro que as leis do Antigo Testamento não eram mais obrigatórias.

Se você é um cientista é ainda pior, e começa com a primeira linha: 

"No princípio criou Deus os céus e a terra ..."

Isso não é verdade. No início um evento natural criou o universo como o conhecemos, ea terra não se formaram até bilhões de anos mais tarde. A história da criação em Gênesis é completamente errada. Basta ler Gênesis e você pode constatar isso . Por exemplo, a Bíblia diz que a luz e a escuridão foram criadas depois da água, mas antes do Sol. Todo mundo sabe que o Sol veio primeiro, depois o planeta e sua rotação (que é o que faz com que a luz e a escuridão ocorram diariamente) e, em seguida, a água, e tudo isso aconteceu ao longo de milhões de anos.

O autor não poderia deixar de citar a objeção ao relato da criação em Gênesis. E sobre isto eu tenho muito o que falar, já que é um dos meus assuntos preferidos (meu primeiro texto aqui no blog foi sobre isto, para ler o desenvolvimento completo da minha resposta, veja "Interpretação literal do Gênesis?").
Primeiro, a Bíblia não é um livro científico. Ou seja, ela não tem nem nunca teve o objetivo de ensinar e descrever fenômenos da natureza. Quem conhece a Bíblia sabe que seu objetivo é relatar a história do relacionamento de Deus com a humanidade através dos tempos e nos ensinar com estas histórias. Segundo, há alguns pontos centrais no Gênesis que merecem destaque: a) A ênfase na creatio ex nihilo, ou seja, criação a partir do nada,  em vez da ordenação de um mundo eterno pré-existente, que era a ideia dos principais povos pagãos - neste sentido a visão de Gênesis se aproxima mais da ciência atual; b) A ênfase na criação de um mundo ordenado e com etapas gradativas; c) A ênfase na criação por um Deus pessoal, em vez de vários deuses. No link acima eu comento sobre o uso da palavra "dias" e outras dificuldades sobre a interpretação de alguns trechos de Gênesis 1 e 2.

Há muitos outros problemas com a Bíblia: o homem não veio de um punhado de pó através de algum ser mitológico. O homem evoluiu de outras espécies como qualquer outro ser vivo através de centenas de milhões de anos. A Bíblia fala sobre um dilúvio universal que cobriu a Terra em 5,5 quilômetros de água e tudo que era vivo morreu, mas sabemos que isto nunca aconteceu. Isso está claro a partir do registro arqueológico. Não houve torre de Babel, onde Deus confundiu as línguas da humanidade.

Sobre o homem ter sido formado do "pó da terra", isso é facilmente entendível dado que a constituição do homem é dos mesmos elementos químicos que encontramos na terra (carbono, oxigênio, hidrogênio, etc.) - e aliás, isto é uma afirmação surpreendente, já que a ciência só descobriu isto no final do século XIX. E sobre a antiguidade da raça humana, eu falei sobre isto no texto sobre a interpretação literal do Gênesis. Sobre o dilúvio, a interpretação do texto não leva necessariamente a um dilúvio universal, mas é provável que o dilúvio tenha sido local, na região do Oriente Médio. Ao contrário do que o autor disse, há evidências arqueológicas para isto (por exemplo, a camada geológica de limo estratificado presente no Oriente Médio (veja a partir da página 31)) e há teorias de como pode ter acontecido (por exemplo, a hipótese do dilúvio do Mar Negro). Também existem algumas evidências a favor da Torre de Babel (veja aqui).

Pergunte a si mesmo esta simples pergunta: Por que, quando você lê a Bíblia, não te dá um sentimento de reverência? Por que um livro escrito por um Ser onisciente não te deixaria com um sentimento de admiração e espanto? Se você está lendo um livro escrito pelo  Todo-poderoso, onisciente, criador todo-amoroso do universo, você não iria esperar ser chocado pelo brilho, a clareza e a sabedoria do autor? Você não esperaria que cada nova página te intoxicasse com a sua prosa e sua incrível visão espetacular? Você não esperaria que o Autor nos dissesse coisas que os cientistas nem foram capazes de descobrir ainda?

No entanto, quando abrimos a Bíblia e realmente a lemos, não encontramos nada disso. Em vez de deixar-nos em reverência, deixa-nos estarrecidos por todo o absurdo e o atraso que ele contém. Se você ler o que a Bíblia realmente diz, você chegará a conclusão que a Bíblia é ridícula. Os exemplos mostrados acima mal arranham a superfície de inúmeros problemas da Bíblia. Se formos honestos com nós mesmos, é óbvio que um Deus "sabe-tudo" não tinha absolutamente nada a ver com este livro.
Aqui o autor usa um apelo emocional mascarado por duas falácias: a primeira é dizer que Deus é o autor da Bíblia. Isto não é verdade. A Bíblia foi escrita por autores, embora tenha sido inspirada por Deus. Isto quer dizer que as palavras usadas partiram da inteligência das pessoas, mas a essência delas é divina. Isto justifica por exemplo a existência de alguns erros de copista ou de tradução que permaneceram até hoje. Mas ainda sim não é verdade que a Bíblia foi adulterada a ponto de ser muito diferente da original, na verdade a Bíblia é o livro antigo mais bem preservado de todos (leia mais aqui). A segunda falácia é a que devemos esperar verdades científicas sendo reveladas pela Bíblia, e eu já comentei anteriormente que isto não é verdade. Mas eu discordo do autor sobre meus sentimentos ao ler a Bíblia. Sempre que a leio, fico maravilhado com suas palavras. Leia por exemplo os evangelhos, os relatos sobre a vida e as palavras de Jesus (que é o tem central da Bíblia) e você verá do que eu estou falando.

Prova # 6 - Considere o plano de Deus

Se Deus é o todo-poderoso governante do universo, seu plano é que mais de um milhão de crianças de um ano morram nos Estados Unidos através do aborto, [porque] se o plano de Deus é verdadeiro, então cada um desses abortos foi meticulosamente planejado por Deus.

O autor usa certo ponto de vista cristão para sustentar um determinismo que exclui a vontade e responsabilidade humanas, se tornando auto-contraditório. Mas de fato o pensamento da teologia cristã tradicional não tem sido assim. Cremos que Deus possui planos, mas isto não quer dizer que o homem não possui vontade própria ou que não possui responsabilidade sobre os seus atos. Por exemplo, a Bíblia diz que a vontade de Deus é que todos os homens sejam salvos (1 Tm 2.4; 1 Pe 3.9), mas segundo a própria Bíblia, isto não acontecerá. Portanto, há uma diferença entre vontade de Deus (aquilo que Ele deseja), plano de Deus (aquilo que Ele determina) e ainda entre aquilo que Deus permite que aconteça mesmo sendo a princípio algo ruim aos nossos olhos. Uma das razões pela qual Deus permite que certas coisas aconteçam (que ao meu ver é mais fácil de ser compreendida) é preservar o livre-arbítrio dos homens. Se Deus intervisse milagrosamente em cada caso de aborto que acontecesse na história, e extrapolando, em cada ato de maldade, isto seria equivalente a sermos marionetes sem vontade própria ou responsabilidade pelos atos. Portanto, a coisa soa exatamente o contrário do que o autor está propondo.

Você acredita que os assassinos e estupradores devem ser recompensados? Você acredita que Hitler foi enviado por Deus para matar milhões de pessoas no Holocausto? Você acredita que Deus é a causa direta de cada aborto neste planeta? Você acredita que você não escolhe o seu cônjuge ou o número de filhos que tem? Provavelmente não. Mas isso é o que você está dizendo quando você afirmar que Hitler ou câncer ou qualquer outra coisa faz parte do "plano de Deus."

Se você pensar nisso como uma pessoa inteligente, você vai perceber que a afirmação "É parte do plano de Deus" é um desses paliativos sem sentido. Quando você se sentar e pensar sobre isso usando o bom senso, a afirmação não faz sentido. Essa falta de sentido nos mostra como Deus é imaginário.

Depois do entediante apelo emocional feito pelo autor, lembre-se do que eu disse acima - Deus permitiu a ocorrência de todos estes males por várias razões - para preservar o livre-arbítrio de quem as praticou, para que através delas ocorresse um bem maior no futuro, para impedir que um mal maior ocorresse no futuro, e tantas outras que poderíamos pensar... não temos que necessariamente limitar nossa visão e enxergar estas causalidades em primeiro plano.

Prova # 7 - Compreenda a ilusão religiosa

Existe alguma evidência física de que Jesus existiu? - Não. Ele não deixou nenhum vestígio. Seu corpo "subiu aos céus." Ele não escreveu nada. Nenhum de seus "milagres" deixou qualquer evidência permanente. Há, literalmente, nada.

Existe alguma razão para crer que Jesus realmente realizou estes milagres, ou que ele ressuscitou dos mortos, ou que ele subiu ao céu? - Não há mais razão para acreditar nisso do que há para acreditar que Joseph Smith encontrou placas de ouro escondidas em Nova York, ou que Maomé montou em um cavalo alado mágico para o céu. 

Você quer me dizer que eu deveria acreditar que esta história de Jesus, e não há nenhuma prova ou evidência além de algumas poucas atestados no Novo Testamento de uma Bíblia que é comprovadamente sem sentido? - Sim, você supostamente acredita nisso. Você usa a "fé" para isso.

Existem evidências históricas da existência de Jesus.O próprio cristianismo é uma delas. O surgimento histórico do cristianismo, através de uns poucos judeus iletrados que de repente começaram a pregar uma mensagem revolucionária com tamanha fé no que pregavam que estavam dispostos a morrer por aquilo, é melhor explicado pela existência do Jesus histórico do que a simples invenção de uma crença. Isto é tanto verdade que a maioria dos historiadores da atualidade concorda com a existência física de Jesus.
Há uma explanação interessante sobre a análise histórica da ressurreição de Jesus. O teólogo e filósofo cristão William Craig publicou um trabalhou sobre evidências históricas da ressurreição de Jesus. Ele também já participou de vários debates sobre o assunto, um deles com o historiador ex-cristão Bart Ehrman. Você pode ver o vídeo aqui (12 partes em inglês).

Prova # 8 - Pense sobre Experiências de Quase Morte

Muitos cristãos encontram no fenômeno de Experiências de Quase Morte a prova de que "Deus" e a "vida após a morte" existe. (...) Será esta uma prova direta de que Deus não existe? Não. No entanto,(...) a EQM (que muitas pessoas usam como prova "incontestável" que Deus e a vida eterna existe) não tem nenhum significado sobrenatural. Nós podemos provar cientificamente que as EQMs são efeitos colaterais químicos ao invés de "porta de entrada para a vida após a morte", como muitos crentes religiosos afirmam.
Eu nunca defendi experiências de quase morte como uma evidência sobre o cristianismo ou a existência de Deus. Portanto estou livre sobre o ônus de defender-me contra esta acusação.

Prova # 9 - Compreenda a ambiguidade

Vamos imaginar que você tem câncer e que você é um crente. Você ora a Deus por uma cura, você se submete a cirurgia e a quimioterapia, o câncer e não de fato entrar em remissão.

O que te curou? Foi a quimioterapia, ou foi Deus? Em outras palavras, há alguma maneira de saber se Deus está desempenhando um papel ou não quando oramos?

O problema é que, neste caso imaginado, existe ambiguidade. O cristão crê que Deus respondeu a oração, mas também poderia ser uma simples coincidência.

Como eu já respondi no início da prova 4, existe o conceito de níveis de causa. A princípio, foi Deus quem criou os mecanismos de ação das substâncias quimioterápicas no corpo, portanto Ele poderia ser indiretamente responsável. Mas Ele também poderia ter curado milagrosamente. Eu concordo que fica um pouco ambíguo neste caso atribuir a causa direta. Entretanto, não ficaria tão ambíguo se a pessoa fosse curada sem usar remédios (eu já testemunhei curas assim acontecerem) ou, no caso geral, se a probabilidade de atribuir uma causa natural ao evento diminui. Experiências assim acontecem eventualmente com os cristãos. Eu já comentei na prova 2 que isto não pode ser testado cientificamente porque não é um fenômeno regular, ou seja, não acontece sempre que se ora, por vários fatores, por exemplo o nível de fé ou o plano de Deus envolvido. Portanto esta questão não é tão simples, como o autor propõe.

Prova # 10 - Veja o prato de ofertas

Alguma vez você já pensou sobre o prato de coleta na igreja? Se Deus é real, por que eles têm de passá-lo? 

Agora considere o seguinte: Por que os ministros e diáconos da igreja não se reúnem todo domingo de manhã e orar a Jesus para o dinheiro que precisa? Por que Jesus não responde às suas orações? Por que as igrejas têm de implorar por dinheiro de meros mortais quando há um imortal, Deus todo-poderoso que deve fornecer tudo o que pedir? 

Deus atende as nossas necessidades, mas Ele não é nosso servo (aliás, pelo contrário). Pela Bíblia sabemos que Deus é capaz de fazer o que é impossível para nós, entretanto se Deus nos deu capacidade para fazer algo, é porque Ele quer que o façamos. Assim, eu pessoalmente não vejo sentido em pedir a Deus a cura para um resfriado se (hoje em dia) podemos ir até a esquina e comprar um simples remédio. Ou então pedir a Deus aprovação numa prova para a qual nunca se estudou.
Aplicando o que acabei de dizer ao caso do autor, a igreja possui necessidades financeiras (para manter contas de energia ou água, pagar salários de serventes ou educadores, manter obras de ação social, fazer eventuais reformas na estrutura, etc.), mas isto não é coisa que precise de um milagre para ser resolvida. A igreja é formada por membros, e estes podem contribuir voluntariamente para a manutenção deste gastos. É a mesma coisa que você ganhar salário para o seu trabalho e mesmo assim orar para que o dinheiro das suas contas apareça milagrosamente... mas, você tem o dinheiro! Além disso, pensando em níveis de causa, no fundo é Deus quem fornece o dinheiro, só que Ele usa as pessoas para fazer isso (por exemplo, toca no coração de alguém para que este alguém contribua voluntariamente, e faz com que o dinheiro doado por este alguém não lhe faça falta).

Prova # 11 - Note-se que não há provas científicas


Não há nenhuma evidência científica que indica que Deus existe. Nós todos sabemos disso. Por exemplo:
  • Deus nunca deixou qualquer evidência física de sua existência na terra.
Para mim o próprio Universo existente é uma evidência de Deus. É como é dito em Rm 1.20 e Sl 19.1. A existência de um Universo ordenado e finamente ajustado para a existência da vida humana é, de fato, a base para os argumentos cosmológico e teleológico para a existência de Deus.
  • Nenhum dos "milagres" de Jesus deixaram qualquer evidência física também.
Os milagres de Jesus lidos nos evangelhos geralmente foram eventos finitos e temporários, como curas ou multiplicações. Obviamente que nenhuma evidência física sobreviveria até hoje. Entretanto, eu já comentei sobre a ressurreição de Jesus na prova 7, que é um evento histórico que pode ser evidenciado, como foi por William Craig.
  • O Jesus ressuscitado nunca apareceu para ninguém.
Ele apareceu para dezenas de pessoas, segundo os evangelhos, e depois foi para o céu, onde está até hoje. É um fato curioso que tenha aparecido para várias pessoas diferentes, muitas vezes simultaneamente, e que estas pessoas acreditaram tanto no que viram que defenderam sua crença até a morte, e geralmente mortes horríveis.
  • A Bíblia que temos é comprovadamente errada e é, obviamente, o trabalho dos homens primitivos, em vez de Deus.
Comprovadamente? Seria interessante ver essas tais "provas". Obviamente? Sim, a Bíblia foi escrita por homens 'primitivos' , mas seu conteúdo espiritual é inspirado por Deus.
  • Quando analisamos a oração com as estatísticas, não encontramos nenhuma evidência de que Deus responde orações.
  • Atrocidades surpreendentes, como o Holocausto e a AIDS ocorrem sem qualquer resposta de Deus.
Estes itens já foram respondidos anteriormente.
Note-se que eu não dei realmente nenhuma prova científica para a existência de Deus. Mas claro que não! Como já disse, o escopo do método científico não permite que se façam afirmações sobre algo ou alguém que é transcendente à natureza. O fato de não existirem provas científicas para a existência de Deus não diz nada sobre a existência ou não de Deus, é simplesmente uma consequência do método científico. 

Prova # 12 - Veja a magia

Quando você olha para diferentes religiões, vê que elas geralmente contêm "mágica". Por exemplo:
  • A religião Mórmon contém as placas douradas mágicas, o anjo mágico, as pedras mágicas de vidente, a ascensão mágica das placas ao céu, etc.
  • A fé muçulmana contém o anjo mágico, o cavalo voador mágico, as vozes mágicas, o profeta mágico, etc.
  • A fé cristã contém a inseminação mágica, a estrela mágica, os sonhos mágicos, os milagres mágicos, a ressurreição  mágica, a ascensão mágica e assim por diante.
A presença de "mágica" é um indício claro de algo imaginário. Por exemplo, como sabemos que Papai Noel não existe? Porque (dentre outras coisas), ele tem oito renas mágicas que voam. Como sabemos que João e o Pé de Feijão é um conto de fadas? Porque (dentre outras coisas) a história contém sementes mágicas. Da mesma forma, como nós sabemos que Deus é faz-de-conta? Porque Deus é cercado por magia.

Há uma diferença filosófica entre algo mágico de algo milagroso feito pelo criador do Universo. Uma coisa mágica não possui explicação natural e é geralmente algo que se pode imaginar mas não se justifica. Um milagre de Deus, atribuído não a um deus mitológico, mas ao Deus filosófico, é justificado pela metafísica. O nosso conceito de 'natural', é simplesmente aquilo que é observado na natureza. Mas se a natureza foi criada por Deus, o que chamamos de 'natural' é apenas um caso particular do conjunto das ações de Deus. As outras ações seriam consideradas para nós como 'milagres'.

Outra maneira de saber é ler as histórias de eventos mágicos na Bíblia. Há o dilúvio mágico, mas sabemos com certeza que nunca aconteceu. Há os milagres mágicos de Jesus, mas (previsivelmente) nenhum desses milagres deixou qualquer evidência tangível (ver Prova # 14). Há a ressurreição mágica, mas não há nenhuma evidência que já ocorreu e não há razão para acreditar (Veja Prova # 15 ).

Sobre o dilúvio, eu comentei na prova 5 que existe possibilidades e talvez evidências de ter ocorrido. Sobre milagres a ressurreição de Jesus, já comentei nas provas anteriores também.

Deus é idêntico ao Leprechauns, sereias e Papai Noel. Deus é uma criatura mágica conto de fadas. A magia em torno de Deus nos diz que Deus não existe.

Este é o velho argumento 'Deus é igual a Papai Noel'. Esta é uma falácia de comparação indevida, já que os personagens citados são mitológicos e Deus foi posteriormente desenvolvido e demonstrado como um conceito filosófico fundamental. Este argumento está melhor desenvolvido no meu texto "Por que acreditar em Deus é diferente de acreditar em Papai Noel" e também neste texto do Quebrando o encanto do neo-ateísmo.


Na próxima parte tratarei das próximas 13 "provas" de que Deus é imaginário.

Abraços, Paz de Cristo.

[Leia a Parte 3]

106 comentários :

  1. Respostas
    1. aqui eu nao acredito e nem desacredito mas ele usa muita coisas idiotas tipo mesmo se nao existir inferno ou ceu ou que a biblia seja escrito pelo homen isso nao prova que deus nao exista

      Excluir
    2. Eu também sou ateu não acredito na Bíblia muito bom o blogue gostei de ter lido

      Excluir
    3. Eu também sou ateu não acredito na Bíblia muito bom o blogue gostei de ter lido

      Excluir
    4. Eu também sou ateu não acredito na Bíblia muito bom o blogue gostei de ter lido

      Excluir
  2. Muito bem! Continue refutando essas falácias, que só serve pra enganar tantas e tantas pessoas. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. refutadas? ta mais pra comentadas, não vi refutação nenhuma só a sua opinião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Digo a mesma coisa para o seu comentário, caro Anônimo.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
    2. eu não me prontifiquei para responder nada

      Excluir
    3. O que eu quis dizer foi que você simplesmente alegou que eu não refutei, não mostrou especificamente no texto os pontos onde não concorda. Então, você não mostrou nada, só opinou acerca do meu texto.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  4. Ateus tentam ser tão "racionais", mas inventam e torcem tudo que está ao alcance para tentar inviabilizar as verdades bíblicas. Acho até engraçado.
    Excelente post! Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho 13 anos, não aguento esconder ser ateu,meus pais,família, parentes,são totalmente alienados com deus,oq faço? Eu já tentei contar isto a eles,mas quando assistiram um documentário de um ateu começaram a dizer: Esses não deviam nascer,deus não merece. Todos eles vão para o inferno. Coisas assim, tenho medo.. Mas não aguento!

      Excluir
    2. Eu lembro de vc já debatemos uma vez sobre ateísmo se não estou enganado num vídeo de Salatiel Júnior.

      Excluir
    3. Eu lembro de vc já debatemos uma vez sobre ateísmo se não estou enganado num vídeo de Salatiel Júnior.

      Excluir
  5. EI pessoal é um prazer ter a oportunidade de ler este artigo, muito bem elaborado, mas tem um problema gigantesco q nao foi levado em consideraçao para mostrar ou colcoar tais afirmações como "refutado" acima. Se tiver algum artigo explicando o que colocarei abaixo me avisem, tenho interesse em le-lo.

    1- Toda afirmação q foi usada diz q Deus existe e age no exterior da natureza.
    2- A biblia é a verdade usada para explicar ou refutar argumentos.

    Temos dois grandes problemas aqui:
    o primeiro "Não existe algo q prove, mostre que este Deus, dito no texto acima exista a nao ser por falacia, nao existe provas ou evidencias (usar a natureza é um grande erro, pois precisam de ordem para explicar certos fatores). A unica maneira de senti-lo, ou dizer que ele exista é atraves da fé (o que significa fé, dicionario please, se alguem quiser saber o q ela é).

    Segundo: "como vc prova q a biblia é verdadeira?", simplismente dizer q ela é nao é uma resposta, dizer que foi inspirada por deus ñão é uma resposta. Usar a biblia para provar que a biblia esta correta ou é verdadeita, não é uma resposta válida. Isto é muito importante!

    No geral antes de refutar algo vc precisa provar que o que estao sendo dito é verdadeiro, como no caso a existencia de Deus, NAO VI PROVAS em SEUS ARGUMENTOS que PROVe DEUS, APENAS DIZ QUE ELE EXISTE, COMO EU DISSE anteriormente FALACIA.

    Sobre a ciencia VC FOI MUITO EQUIVOCADO AO DIZER QUE A CIENCIA É O ESTUDO DOS MEIOS NATURAIS, ME DESCULPE MAS VC ESTA MUITO ERRADO AO DIZER TAL COISA, A CIENCIA NAO É A FAVOR OU CONTRA NENHUMA CAUSA, A ciência é o esforço para descobrir e aumentar o conhecimento humano de como o Universo funciona, um exemplo que posso lhe oferecer é que atraves do conhecimento adquirido com o passar do tempo pela ciencia. Voce usa um carro certo? vc nao precisa saber se ele vai funcionar ou nao, vc tem certeza que ele vai funcionar, por isso vc provavelmente o comproou em uma loja. O metodo cientifico funciona, vc sabe disso ao ligar sua televisao, ao falar no microfone, ao usar o celular. Não precisa provar que a ciencia ou o metodo cientifico é bom. Vc o vivencia todo dia. Olhar http://pt.wikipedia.org/wiki/Ci%C3%AAncia.

    Outro ponto interessante, eu nao preciso provar que "deus nao existe", não existe a necessidade de provar uma negativa. O que deve ser provado é "Deus existe?" e ainda nao foi provado. Pra provar que deus existe deve ser provado que a biblia é verdadeira, investigar sua historia, de onde surgiu, porque surgiu, e como podemos perceber pra fazer isso deve ser usado a ciencia e o metodo cientifico. O q mostra que a ciencia e o meotodo cientifico funcionam, pois ele é necessario para verificar qualquer coisa.

    PAra finalizar quero deixar alguns pontos interessantes que deve ser levado em consideração: Segundo a ciencia, existe o que podemos explicar e o que ainda nao podemos (deixo infatizar isso "o que AINDA nao foi explicado" nao quer dizer que nao sera). A maioria ou grande parte das coisas que dizem feitas ou aceitas por meio de deus, pode ser explicado psicologicamente, como por exemplo, a conecção que é feita com ele, a presença que vc sente em sua vida quando vc o aplica em sua vida, e muitas outras coisas simples que usam como justificativa para a existencia de deus pode ser explicada psicologicamente ao ser humano.

    Com carinho, 20 anos de cristianismo em minhas costas, sou ex-cristao, ateu e cetico

    "Fé e Razao nao andao juntas".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo Anônimo,

      comentando os seus pontos:

      1. Em nenhum lugar eu disse que esse texto seria alguma prova da existência de Deus. O meu objetivo era mostrar que o raciocínio que o autor do site godisimaginary.com usou nas provas dele era inválido. Foi só isso que eu fiz, não pretendia argumentar que meu ponto de vista é verdadeiro (eu faço isto em outros textos daqui do blog, mas não neste).

      E sobre pressupor que Deus existe e age na natureza, eu só fiz isso porque o autor do site também o fez. Os argumentos dele são do tipo "suponha que Deus existe", e então ele conclui que alguma contradição lógica deve ocorrer e por isso a ideia de Deus é uma absurdo. Eu fiz as mesmas suposições que Ele (que Deus existe), para mostrar que não necessariamente essas contradições lógicas acontecem.

      2. Sobre as citações da Bíblia que eu usei, eu não usei em nenhum ponto do texto um argumento do tipo "A Bíblia diz 'x', logo 'x' é verdade". O autor usava argumentos do tipo "A Bíblia diz 'y', mas 'y' implica em 'z' que é um absurdo, logo 'y' é falso", e eu respondi com argumentos do tipo "A Bíblia diz 'y', mas também diz 'a', 'b' e 'c', e portanto existe uma possível conciliação entre esses ditos e por isso 'y' NÂO É (NECESSARIAMENTE) FALSO". Mas eu não provo que 'y' é verdadeiro.

      Espero que você tenha entendido.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
    2. Ok primeiramente muito obrigado por responder com tanta prontidão, isso é uma qualidade que poucos bolgs oferem. Seus pontos de vistas são de extrema importância principalmente para aquele que tem a vontade de conhecer mais. Desde ja obrigado.

      Quero me desculpar por ser meio sarcastico com a proxima frase. Acredito que li o artigo errado entao!!! Entendo o seu ponto de refutação e objeçao. Seus argumentos forma bem colocados e entendo os motivos de serem colocados da maneira como foi colocado.
      Mas vc deve entender que tem toda responsabilidade pelas palavras que foram usadas e tambem pela maneira como as pessoas poderiam interpretar seu ponto de vista vindo de suas palavras. Devo admitir que fiquei fascinado com os argumentos tirados de dentro da biblia, nesse caso tanto para mostrar o ponto de vista do autor original e tambem para mostrar seu ponto de vista. Entendo que religiao é um assunto delicado, não é atoa que a maior parte da população mundial acredita no deus do cristianismo. Mas devo resaltar, mesmo não gostando tanto disso, sua afirmação de provar que algo é verdadeiro ou não esta equivocada. Deixe-me explicar melhor, me desculpe por ter que tentar refutar seus argumentos declarados em resposta ao meu comentario, mas isso é natural é preciso questionar para poder se aprofundar e receber ou aumentar de alguma forma conhecimento. Sou grato a voce por essa iniciativa e isso é muito bom e tambem adicionou mais ao que conheço, obrigado. Mas tenho que responder seu comentario, na vdd devo fazer isso como alguem que queria sempre aprimorar o que sabe. Irei olhar seu outros artigos sobre a biblia e diversos outros. Mas é natural querer responder ao principal artigo.
      Uma pergunta: vc enviou sua refutação para o site original? vc deu o direito deles responderem sua refutação/objeçao? Se sim, vc esta no caminho certo! Espero poder ler o artigo se possivel!

      Como ia dizendo é natural defender um ponto de vista, quando se acredita em algo e alguem desacredita e mostra que o que dizem pode ser apenas uma falacia. é interessante e intrigante ao mesmo tempo!

      Logo no começo do artigo em "tente rezar" logo embaixo vem uma pergunta da existencia de Deus (na verdade o artigo inteiro é sobre a exsitencia ou nao de deus pelo que entendi, principalmente sua objeçao, estou certo? ou estou lendo o artigo errado?), Sua refutação sobre a nao existencia de deus é interessante, mas vc deve entender que pelo fato de vc refutar a ideia de que deus nao existe, seria o inverso disso ou seja, é bem obvio pra mim que seus argumentos sao para defesa da existencia de deus e nao o contrario, por isso a refutação, ou pode ser um segundo ponto de vista, que seria que vc tem interesse no assunto e quis postar alguns pontos de vistas sobre isso, estou chegando perto?
      Como vc pode ver não estou tentando dizer sobre certo ou errado, mas quando alguem faz um refutação ou objeção sobre determinado assunto, nesse caso Deus, pra mim seu ponto de vista é bem claro sobre a existencia do mesmo. Pois nao faria muito sentido em fazer uma refutação se não ouve-se necessidade! Entao sua refutação é mostrar de alguma forma que os pensamentos do autor original para nao existencia esta equivocado, e por isso o motivo de colocar ou refutar o que ele diz. certo? E esse meu ponto é referente ao numero 1 que vc colocou no comentario. Que desde ja agradeço por isso.

      Excluir
    3. Na verdade, Gabriel, você "deu sorte" de eu ter tempo para responder... geralmente eu tenho estado ocupado por causa da faculdade, mas hoje eu tive um tempo extra pra me dedicar ao blog.

      Esse seu comentário ficou meio confuso pra mim. Mas eu vou tentar responder na medida do possível:

      Especificamente neste texto, meu objetivo foi refutar os argumentos do autor, como eu tinha dito eu queria só mostrar que os argumentos dele não eram necessariamente verdadeiros. Sobre a existência de Deus, eu falo em outros artigos. Acho que não entendi qual foi o seu questionamento.

      E eu não mandei esta resposta para o autor porque o site original é em inglês, eu teria que traduzir tod o meu trabalho para enviar e não tenho tempo hábil para isso.

      Excluir
    4. Só uma observação, eu esqueci de falar sobre o que você disse da ciência. Eu não entendi a sua objeção. Em momento nenhum eu falei contra a ciência, nunca falei que o método científico não funciona. Ele funciona perfeitamente (se não eu não estaria estudando para ser cientista), DESDE QUE ele seja aplicado naquilo que ele foi criado pra ser usado. Você mesmo disse: "A ciência é o esforço para descobrir e aumentar o conhecimento humano de como o Universo funciona" - A ciência só se aplica no Universo, naquilo que podemos medir com os nossos sentidos de forma objetiva e reprodutível. Deus, por exemplo, está fora do Universo, portanto está fora do alcance da ciência. Da mesma forma, qualquer coisa que seja fora do alcance dos nossos sentidos ou que não possa ser medido objetivamente está fora do alcance da ciência (algumas pessoas confundem "estar fora do alcance da ciência" com "Não existir", só isso).

      Para entender melhor, por favor leia estes textos onde eu falo sobre ciência:

      http://www.respostasaoateismo.com/2012/05/video-ciencia-pode-explicar-tudo.html

      http://www.respostasaoateismo.com/2012/05/crencas-que-todos-possuimos-ou-sobre-as.html

      Excluir
    5. Nossa, excelente! Coerente, inteligente, educado. Sem mais.

      Excluir
    6. Certamente me refiro ao anônimo.

      Excluir
    7. Quer fatos ? 1- Jesus veio a terra . se pesquisar a ciência prova que Habitou um homem chamado Jesus que fez Milagres . 2- Todo aquele que creu nele e andou com ele e guardou a sua palavra fez muitos milagres e também a ciência prova.! 3- foi escrito um livro chamado apocalipse que fala sobre o fim no qual relata tudo que está acontecendo , como somente um livro pode relatar fatos futuros desde uma época que não tinha tecnologia alguma ? como pode um homem fazer tantos milagres ?

      Excluir
    8. Quer fatos ? 1- Jesus veio a terra . se pesquisar a ciência prova que Habitou um homem chamado Jesus que fez Milagres . 2- Todo aquele que creu nele e andou com ele e guardou a sua palavra fez muitos milagres e também a ciência prova.! 3- foi escrito um livro chamado apocalipse que fala sobre o fim no qual relata tudo que está acontecendo , como somente um livro pode relatar fatos futuros desde uma época que não tinha tecnologia alguma ? como pode um homem fazer tantos milagres ?

      Excluir
    9. Aperfeiçoando o entendimento, parabéns, você é um típico "crente":inexpugnavelmente ignorante!

      Excluir
  6. Referente ao ponto 2, um dos motivos da biblia não ser tao "verdadeira" como dizem, é um ponto bem simples, ela precisa de interpretação. Entao veja, usnado a biblia como referencia, se eu usar "x" nao quer dizer 'x' poder ser 'y', na verdade alguem de outro local pode dizer que 'x' é 'x' dependendo da época em que vc a use. Ou que o 'x' que usam em determinado pais ou local, não é o mesmo 'x' de outro local. Entende onde quero chegar? Primeiro um testo informativo tem que ser verdadeiro, tem que passar a mensagem clara, a biblia não é um texo informativo. Nao tem como dizer que uma interpretação esta equivocada ou que possa estar errada, pelo simples fato da necessidade de interpretação. Quando digo isso e pelo que entendi do texto original e pelo que vc colocou, nenhum dos dois estao errados pelo fato da biblia ser um livro interpretativo. Com toda certeza, essa é a razao da existencia de tantas igrejas/crenas baseadas no cristianismo. Mas se vc olhar de perto, alguns pontos que o autor original usa é bem interessante. Como eu disse no comentario anterior, isso pode ser explicado psicologicamente. Se quiser posso explicar mais tarde, como pode ser explicado psicologicamente.

    Vc entende a importancia de usar a biblia para refutar o que ela mesmo diz ou tentar refutar o pensamento de outra pessoa sobre isso? Essa pergunta vale pra mim tambem. Exzatamente o que vc diz "e eu respondi com argumentos do tipo "A Bíblia diz 'y', mas também diz 'a', 'b' e 'c', e portanto existe uma possível conciliação entre esses ditos e por isso 'y' NÂO É (NECESSARIAMENTE) FALSO". Mas eu não provo que 'y' é verdadeiro.

    entende o que digo? Simplismente baseado na interpretação nada mais. Ele diz isso, mostra que nao deu certo, ai vc diz que só porque nao deu certo, não quer dizer que nao exista.

    O ponto é que tem que ser necessariamente falso, pois essas cisrcuntancias hoje pode ser explciada pela psicologia. Hoje nos entendemos o porque e tudo o que vem junto principalemnte com a oração (usando a oraçao como exemplo), o motivo de dizer isso é porque ja estive lá. Entao sua refutação levando no geral é diretamente ligada a existencia de deus e se a biblia pode ser verdadeira ou nao. Pois se conseguir provar que deus é verdaeiro ou que a biblia é verdadeira, posso te dizer que esse seria o check-mate mais lindo da historia. MAs pq isso nao acontece?

    Como vc disse ira fazer uma refgutação em cima do artigo "Deus é imaginario" entende o que quero dizer? Se deus é imaginario, esta vinculado diretamente com se ele existe ou nao, se a biblia é verdaeira ou não. Estou tentando entender onde estou vendo coisas, se vc puder me ajudar.

    Caro amigo, entendo perfeitamente sua ideia por tras dessa refutação e isso é simplismente incrivel. Isso mostra sua devoção, conhecimento, buca por informação, e o mais importante passar seus pontos de vista adiante, sua intenção é maravilhosa. Expero que continue e irei ler todos seus textos, pois achei de grande valor. Agurado seu comentario.

    Obrigado

    Atenciosamente

    Ex-cristao, ateu e cetico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este texto é apenas a primeira parte da refutação. São 6 partes ao todo. Em alguns pontos mais adiante, se não me engano, eu falo mais especificamente da existência de Deus e da autoridade da Bíblia.

      Excluir
  7. Porra ficou grande pra caralho, desculpa ae!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, se eu tenho paciência pra escrever este texto gigantesco, tenho que ter paciência para ler também! :)

      Abraos, Paz de Cristo.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Obrigado por suas respostas!!! Irei acompanhar o restante do artigo!
      Abraço

      E a proposito Atkins conseguiu se perder na logica de seus proprios argumentos. Por acaso vc nao teria o video com legendas desse debate: http://www.youtube.com/watch?v=4KBx4vvlbZ8

      Excluir
    4. Entao ia me esquecendo! vc deveria mandar sua refutação para o site original, mesmo que demore um tempo pra conseguir passar para ingles!

      Excluir
    5. Não tenho esse debate traduzido, mas consegui achar em espanhol no youtube mesmo. Dá pra entender um pouco.

      http://www.youtube.com/watch?v=ESTiIA-ZR3E

      Excluir
  8. “E quando o autor fala em "experimentar", ele está usando o sentido científico do termo. Quem estuda sobre Deus sabe que por Deus ser transcendente ao mundo físico, é impossível constatá-lo usando ciência, por causa das próprias limitações do método científico.”
    Que outra forma você sugere para que seja feita essa experimentação de forma que isso possa ser compartilhado com outros, tal qual o resultado de um experimento científico? Ou devemos colocar seu deus ao lado de outros seres que transcendem ao mundo físico como Noel, Peter Pan, Bicho-papão, Saci?

    “Depois desta exaustiva enxurrada de versículos sem absolutamente nenhum contexto, surgem as argumentações do autor. Por que uma oração como esta não é respondida por Deus?”
    As citações são todas sobre regras de como se deve orar para se entrar em contato com deus e, portanto, ser atendido em orações. Existe um contexto claro, a meu ver. E já que a bíblia “...contém um corpo coerente de ensinamentos que deve ser considerado em conjunto”, como se sabe quando há essa coerência, visto que logo em seguida, na sua “refutação”, você usa vários trechos da bíblia (Rm 12.1; Sl 25.4,5; 143.10; Tg 1.5,6; At 16.6,7; Jo 6.28,29). Talvez só os “eleitos” por esse deus tenham esse poder de coerência textual. Mas seu ponto de vista fica claro quando você explica mais abaixo sobre o fato de que “a Bíblia afirma que a fé necessária para operação de milagres é um dom sobrenatural, que vem de Deus (Ef 2.8, 1 Co 12.9). Portanto, não é todo mundo que possui fé suficiente para fazer estas coisas. De fato, apesar de Jesus comparar esta quantidade de fé a um grão de mostarda, esta quantidade é impossível de ser alcançada por um humano sem a ajuda do próprio Deus. Aliás, eu acho que a comparação do grão de mostarda não foi em relação ao tamanho, mas sim ao potencial que a fé tem. E não vou discutir se "mover montanhas" é literal ou não, pois acaba fugindo do ponto aqui.”
    De forma que não vou ficar analisando suas refutações absolutamente “irrefutáveis”, pois como diria o Segan: “Não é possível convencer um crente de coisa alguma, pois suas crenças não se baseiam em evidências; baseiam-se numa profunda NECESSIDADE de acreditar.”.
    Fique em paz acreditando que um deus o fez especial.

    ResponderExcluir
  9. Olá autor do artigo! Eu estava em dúvida em qual religião voce pertence mas ao ler " a adoração a Maria" percebi que não é Católico.
    Eu gostei muito desse Blog, muito interessante e esclarecedor, inclusive esse artigo. Mas eu como católica gostaria de fazer uma pequena e importante observação: a Igreja nunca mandou idolatrar Maria, o culto que a Igreja presta a ela é um culto especial de veneração, mas nunca de adoração!!
    Desculpe por ter desviado do assunto mas eu me senti na obrigação de fazer essa observação!
    Deus os abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, "Católica". Antes de mais nada, muito obrigado pela visita e volte sempre.

      Sobre o seu comentário, eu estou ciente que a posição oficial da Igreja diz respeito a "veneração" e não adoração. Porém, eu penso que a diferença entre os dois termos, embora possa ser definida num dicionário ou mesmo num catecismo, às vezes passa longe de ser prática, isto é, algumas pessoas católicas eventualmente "adoram" Maria (ou qualquer outro santo) em vez de venerá-la. Como isto é uma questão subjetiva pessoal e não a posição oficial católica, eu não critico a Igreja em si por isso.

      Entretanto, a doutrina Católica tem algumas coisas a mais sobre Maria além da questão da veneração, sendo ela colocada explicitamente numa posição acima dos demais santos, e tendo papéis que não podem ser atribuidos a ela simplesmente através da análise de textos bíblicos. E com essas posições doutrinárias eu não posso concordar, e também preferia não discutir sobre, já que o assunto do blog não é este. Esse espaço é para ser um espaço comum entre todos os cristãos, no estilo de como C. S. Lewis (que era anglicano) descreveu em seu livro "Cristianismo Puro e Simples".

      A propósito, realmente eu não sou nem nunca fui católico. Frequento uma Igreja Batista.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  10. Davi gostei desse blog... Mas nem uma des refutações Contra a existência de Deus foi Ate agora nem se que teve um conclusão aceitável. Vamos separa dois ponto
    1) conhecimento gera liberdade, isso não só aplica-se a ensino religiao não mas em todas as ares
    2) Jesus e tão extraordinário que as veses Me intresiona mesmo... Saber porque ? ele como ex: para um Bom professo O importante não e da a matérias e fazer que seus alunos aprenda e bete em pratica aquilo que foi passo a ele! Certo! Vc pode não aceita as minha
    palavras mas vai concordar pois muitos dos ateus cético
    e outros não acredite na biblia o fato e Que mesmo que Deus nao existici ou o próprio Jesus, e a biblia não
    tivesse valor pra que Os ateus e cético E outro perde seus tempo matutando isso? Olha uma coisa e
    verdadeira sempre terá grande propragacao sera descutidas mas quando e falsa sera também divulgada
    mas pouco questionada pouco provada, pouco aceita em escala global e fato

    Também gostei do amigo Gabriel se eu não me engano
    ele falou foi 20anos de cristianismo ? Que depois virou
    ateu! Que isso vc passou bem lenge Do cristianismo ... Nao sei se aconteceu com vcs mas que ... Eu fazia eu estudava na alfabetização eu só ira pra come as merendas e brincar e nada de estuda ate o ponto que me interessei mesmo gostei da coisa e gosto a ate hj... Uma pessoa que diz viveR uma uma coisa por 20 ou
    sei tantos anos E nao se apaixona e o mesmo que joga um casamento fora todos esse tempo ele só fez brinca de casa ou tava vivendo como religioso, farizeu tem que nascer de novo e volta esse amor... Minhas palavras creio que mas simples possível não adianta que a biblia ta errada que Jesus nao ressucitou ou que Deus nao existir, que da mesma forma Que pedem um fato para nao existência ! me do um fato concreto verídico e
    cientifico e aceitado nao só para uma classe pessoas mas sim pelo um grande grupo de diferentes pensamento? Discutido com uma mesma conclusão .

    Obrigado ! A.Carlos


    Me lembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, caro leitor.

      Abraços,Paz de Cristo.

      Excluir
  11. NÃO REFUTOU ABSOLUTAMENTE NADA. SÓ ENROLATION. KKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela opinião, anônimo. Mas seria mais proveitoso se você, em vez de trollar nos comentários, mostrasse especificamente os pontos em que você acha que eu enrolei em vez de responder.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  12. Se o resultado oração depende (e já está definido desde sempre) da vontade deus, o próprio deus ensinou uma prática absurda, uma verdadeira trollagem nos crentes...kkkkkkkk.

    Outra expressão ridícula e absurda é "vontade de deus". Se deus é perfeito, ele não tem nenhum tipo de vontade, pois não haverá nada que ele queira mudar, a menos que tenha feito um serviço mal feito e precise corrigir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é só a oração que depende da vontade de Deus. TUDO nesse mundo depende da vontade de Deus, portanto não é algo espantoso que a oração também dependa.

      Falar sobre vontade de Deus á algo meio complicado, porque não há um consenso dos teólogos sobre alguns detalhes. O ensinamento geral sobre isso é que existe algumas coisas que Deus determina, através de Sua soberania universal (por exemplo, a criação do mundo, a salvação da huamnidade, etc.), existem outras que Deus permite, por causa da liberdade do homem (por exemplo, a maldade no mundo, mas um dia Ele destruirá o mal, conforme profetizado em Apocalipse), e existem coisas que Deus deseja mas não pode fazer diretamente porque não depende só dEle (por exemplo, que todos os homens se salvem).

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  13. PRIMEIRA MENTIRA DESTRUIDORA: "A Bíblia contém um corpo coerente de ensinamentos que deve ser considerado em conjunto."

    MILHARES DE CONTRADIÇÕES IRREFUTÁVEIS PROVAM A FALSIDADE ABSOLUTA DESSA DECLARAÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fale mais sobre essas contradições. Textos onde o velho testamento diz uma e o novo testamento diz outra não contam porque aí você vai estar substituindo o erro de ler apenas um texto isolado por ler dois textos isolados. O livro de Hebreus, na Bíblia, explica porque as leis do Velho Testamento não valem mais depois de Jesus, e portanto, destrói qualquer aparente contradição deste tipo.

      Se for uma contradição do tipo "livro A fala que foram 500 pessoas e livro B fala que foram 700 pessoas", coisas deste tipo podem ser pequenos erros de cópia que se propagaram ao longo dos tempos e são completamente irrelevantes para o ensino cristão, pois são apenas detalhes históricos e não ensinamentos morais.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  14. DEUS SÓ PODE TER "VONTADE" SE FOR UM SER IMPERFEITO, POIS VONTADE É DESEJO DE MUDANÇA, É DESEJO DE MUDAR O QUE FOI MAL FEITO.

    Atribuir sentimentos humanos a deus contraria fronytalmente suas características absolutas tão pregadas pelos crentes. Qualquer uma delas é um tiro na cabeça.

    SE TUDO É A VONTADE DE DEUS, NÃO EXISTE NADA MAIS INÚTIL E DESNECESSÁRIO DO QUE A RELIGIÃO E A PRÓPRIA FÉ, POIS ELAS SERIAM APENAS DESEJOS DE MUDAR A VONTADE DE DEUS.

    Outro tiro na cabeça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já expliquei sobre vontade, mas como você ignorou vou falar mais um pouco: talvez seja até verdade que um dos tipos de vontade que eu mencionei seja desejo de mudança, mas não mudança em Si mesmo, no caso de Deus, mas mudança no homem; não porque foi mal feito, pelo contrário, por ser criado livre havia a possibilidade de rejeitar a Deus.

      Deus tem vontade porque se não tivesse todas as suas ações seriam determinadas, logo ele não seria um ser, seria uma espécie de robô. Seres conscientes possuem vontade e espontaneidade. E Deus é amor, e amor pressupõe voluntarismo.

      Por que você diz que atribuir sentimentos humanos a Deus contraria suas acaracterísticas? Deus possui sentimentos, mas Deus é perfeito, e é apenas isso que nos distingue dele.

      Quanto às outras religiões eu não sei, mas a religião cristã não é uma tentativa de mudar a vontade de Deus, ela foi uma iniciativa do próprio Deus, para resgatar o homem que voluntariamente se afastou.

      Excluir
  15. Se o resultado oração depende (e já está definido desde sempre) da vontade deus, o próprio deus ensinou uma prática absurda, uma verdadeira trollagem nos crentes...kkkkkkkk.

    ResponderExcluir
  16. "Destruímos argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus."


    O CONHECIMENTO DE DEUS FOI DEVASTADO PELA CIÊNCIA. HOJE O CONHECIMENTO DE DEUS É APENAS FONTE DE PIADAS, TIRINHAS, PROGRAMAS HUMORÍSTICOS E COISAS ENGRAÇADAS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto é uma grande mentira. A ciência, como eu já disse, não pode dizer nada sobre a existência de Deus, isto é um princípio básico da filosofia da ciência, você pode ler isso em qualquer livro do assunto. A ciência pode ser usada tanto a favor quanto contra a existência de Deus, e existem e existiram vários homens igualmente cultos e notáveis em ambos os lados.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  17. Quando você fala de deus, está apenas inventando coisas da sua cabeça. E você não pode provar o contrário, pois teria que ter um conhecimento real sobre deus E VOCÊ E NENHUM CRENTE EM TODA A HISTÓRIA DA RELIGIÃO DEMONSTROU TER.

    TUDO SOBRE DEUS É PURA INVENÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, entenda que da mesma forma que eu não posso "provar" que não estou inventando coisas da minha coisa, você também não pode "provar" que é invenção. Provar é uma palavra muito forte, nesse caso. Você tem que definir de que tipo de prova está falando, e é óbvio que neste contexto não cabem nem uma prova matemática nem uma prova científica.

      Por favor, mais uma vez eu te peço, se você estiver realmente afim de uma discussão sadia e civilizada, compartilhando conhecimentos, leia o texto que eu já recomendei: http://www.respostasaoateismo.com/2012/05/afinal-existem-evidencias-para.html , porque vai esclarecer bastante essa parte. Entretanto, se você estiver afim apenas de ficar levantando poeira e jogando acusações sem explicá-las, eu vou passar a ignorar seus comentários.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
    2. Você tmb n tem como provar q Deus n existe,e isso tmb pode ter saido da sua cabeça

      Excluir
  18. Veja que o escritor bíblico tentou tapar os furos no fracasso da oração com uma explicação ridícula e contradizendo o próprio Jesus: "Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve." (1 João 5.14).

    "Por isso vos digo, TUDO o que pedirdes na oração, crede que já o receberam, e ele será seu." (Mc 11.24)

    "Eu digo a verdade, alguém que tem fé em mim, fazer o que tenho vindo a fazer. Ele vai fazer coisas ainda maiores do que estas, porque Eu vou para o Pai. E eu FAREI TUDO O QUE PEDIRDES em meu nome, de modo que o Pai seja glorificado com o Pai. Você pode me pedir qualquer coisa em meu nome, e eu o farei . " (Jo 14.12-14)

    "MAIS UMA VEZ VOS DIGO que, se dois de vós concordarem na terra sobre QUALQUER COISA QUE QUEIRAM PEDIR, isso será feito por eles, meu Pai no céu. Pois onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles." (Mt 18.19)


    COMO QUALQUER UM PODER VER, JOÃO (ESCRITO POR UM ANÔNIMO E NÃO PELO SUPOSTO APÓSTOLO JOÃO) FOI ESCRITO BEM DEPOIS DOS DEMAIS LIVROS E COM A FINALIDADE CLARA DE ENCOBRIR OS ABSURDOS, FRACASSOS E CONTRADIÇÕES DOS DEMAIS EVANGELHOS, MAS CRIOU MAIS PROBLEMAS DO QUE RESOLVEU.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia de novo o versículo que você citou: "E eu farei tudo o que pedirdes em meu nome, DE MODO QUE O PAI SEJA GLORIFICADO(...)". Aqui há uma condição bem clara para esse "tudo". Pedidos egoístas, que irão gerar auto-exaltação, ou outras coisas do tipo, não valem. Somente aqueles feitos com o objetivo de glorificar a Deus, e na verdade isso é óbvio se você ler o resto da Bíblia, porque aprendemos que temos que fazer tudo para a glória de Deus:

      "Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus" (1Co 10.31)

      Isso inclui o ato de pedir.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  19. Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.(João 15:7) A condição é, se estivermos em cristo e cristo estiver em nós, nos pediremos o que for da vontade do pai e não aos nossos deleites, como foi dito em Tiago 4:2-3 “Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.” Ou seja orarmos e não recebermos retorno porque pedimos erradamente, onde a oração é feita em virtude de cobiça e inveja! Ou Marcos 10:35, para nossos interesses e proveito próprio. O pedido não deve ter como objetivo vantagem ou glorificação pessoal e sim glorificação de Deus, de acordo (Mc 10:35-37) (Mt. 20:20-21) e (Tg 4:2-3). Da mesma forma quando Jesus diz a Marta ,( tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei João 11.22) Analisando as situações em que tais palavras foram ditas, este versículo fala acerca da Ressurreição de Lazaro pela fé de Marta, algo impossível para qualquer homem. e não tem nada a ver com prosperidade, satisfação pessoal cobiça e dinheiro. Quem pede isso não conhece a Jesus. Quem rolou a Pedra do sepulcro de Lazaroo foi Deus?


    Se as palavras de Jesus preencherem nosso pensamento, fala e ação, então, de fato, oraremos ‘em nome de Jesus’ e pediremos segundo a vontade do Pai e não as nossas cobiças. Sendo esta exigência cumprida no NT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo acréscimo, caro theoz.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  20. Assista ao vídeo:
    Jesus, plágio de outros mitos!
    http://www.youtube.com/watch?v=doYbluzOk_I

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia o artigo:
      Jesus: um plágio?
      http://www.respostasaoateismo.com/2011/10/jesus-um-plagio-parte-1.html

      Excluir
  21. Hum... pelo que entendi da refutação da primeira "prova", o autor incorreu em erro ao interpretar erroneamente os versículos bíblicos.

    Mas qual seria então a forma correta de interpretar a Bíblia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.respostasaoateismo.com/2011/06/cursinho-intensivo-de-interpretacao.html

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  22. Virei mais ateu ainda lendo esse post, não consigo imaginar que Deus exista, daí você vem falar que não é algo científico e blá blá blá, então é o que? Eu virei ateu justamente quando comecei a ler a bíblia uns 3 ou 4 anos atrás. Quando eu era criança eu sempre acreditei em deus porque meus pais me levavam na igreja, na tv diziam que deus existe e etc. Se eu tivesse vivido numa sociedade atéia eu nem saberia de tal...(como posso dizer?) argumento. As pessoas acreditam em deus pq vivem numa sociedade em que impões fortemente que deus existe. Se deus existe ou não, provalvemente ninguém nunca provará. Para provar que deus não existe devemos achar alguma coisa no espaço que pode criar algo, ou então você pode chamar essa coisa que achou no espaço e chama-la de deus, não pode?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, caro Uilian. Obrigado por participar do blog com seu comentário.

      Você diz que "As pessoas acreditam em deus pq vivem numa sociedade em que impões fortemente que deus existe", mas na minha opinião, esse é um argumento muito fraco. Se for assim, então como alguém admitiu a existência de Deus pela primeira vez? E como povos e tribos isolados que não tiveram contato com outras culturas possuem a noção de Deus?

      Sobre o que você falou de ser algo não-científico, é certo que não é. Mas isso não quer dizer que é algo menos rigoroso, ou mesmo falso, só por causa disso. Existem muitas coisas que não são acessíveis de ser atestadas pela ciência, e o conhecimento humano está bem ciente disso (para saber mais, veja http://www.respostasaoateismo.com/2012/05/video-ciencia-pode-explicar-tudo.html). Algumas pessoas tendema acreditar que a ciência é o único modo de encontrar verdades no mundo, e tudo que não é científico é falso. Esse modo de pensar se chama cientificismo, e há muito tempo se sabe que isso é uma falácia (se está em dúvida, pergunte a qualquer um que você conheça que já estudou filosofia).

      Também é certo que ninguém pode provar (cientificamente) a existência de Deus. Mas isto não quer dizer que a crença em Deus é injustificável ou irracional. Existem argumentos lógicos para a existência de Deus. Você pode saber mais sobre isso lendo em http://www.respostasaoateismo.com/2012/05/afinal-existem-evidencias-para.html (atenção, esse texto tem 3 partes. Quando acabar de ler, clique no link para ver a continuação)

      Finalmente, peço que não tenha essas suas convicções 'sedimentadas' na sua mente. Continue estudando sobre o assunto com a mente aberta. Espero que um dia você possa alcançar a verdade que deseja.

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
    2. Se você tiver o mínimo de noção filosófica, você saberá que um dos primeiros pontos da filosofia é baseado na história, onde a muito tempo atrás o que não é nada velho, já que atualmente é praticado, é que os humanos criavam deuses para explicar eventos que não sabiam, como "chove porque Thor está balançando o martelo" Tribos isoladas facilmente pode ter essa percepção ou você acha que certas tribos fazem dança da chuva a toa? E o conceito de Deus foi criado como todos os outros, passando de um plágio pra depois se tornar objeto de manipulação em massa.

      Excluir
    3. Caique,Deus não é hipótese. Deus não é algo sustentável pelo método científico, pois transcende à própria natureza, como disse o cara aí nos comentários

      Excluir
  23. NÃO É SOMENTE O DEUS JUDAICO CRISTÃO QUE É IMAGINÁRIO, TODOS SANTOS,ANJOS, ESPÍRITOS, DEUSES... SÃO IMAGINÁRIOS, NÃO EXISTE NENHUM VESTÍGIO, PROVA OU EVIDÊNCIA DE NADA DESTE MUNDO SOBRENATURAL, O MUNDO NATURAL É O ÚNICO QUE EXISTE, HÁ PROVAVELMENTE OUTRAS DIMENSÕES DO UNIVERSO, MAS NÃO EXISTE MUNDO SOBRENATURAL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez você esteja procurando o tipo errado de evidência. Leia o meu artigo "Afinal, existem evidências para a existência de Deus?" :

      http://www.respostasaoateismo.com/2012/05/afinal-existem-evidencias-para.html

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
    2. Hamilton, conte-me como o mundo natural veio dele mesmo e QUANTAS EVIDÊNCIAS ou PROVAS CIENTÍFICAS de outras dimensões?

      Conte-me como amigos imaginarios criam vida, terra, universo, constantes físicas finamente ajustadas, causa do big bang, etc. Ou conte-nos como a materia, energia, tempo e espaço , estas 4 entidades físicas, vieram DELA MESMA! E o número de evidências para isto?

      Flws

      Excluir
  24. Quero ver vc explicar pk os evangélicos falam as línguas dos anjos? Vai dizer que eles inventam na hora , há cara esss é pra vc doer, uma pessoa se converteu e estava com Aids , uma semana depois ela estava curada, há não preciso velo, eu creio nele!! Olha os sinais dos fins dos tempos ! MT 24 e sta tudo acontecendo ...

    ResponderExcluir
  25. amigo q cree em deus ,agora me diga se uma pessoa morre sem nen conhecer o suposto deus ela tenq obrigatoriamente ir para o suposto inferno? se ela nao conhecia esse tal deus pq nunca ouviu falar,ela tenq ir la beber um vinhozino no ceu ou queimar sem culpa no suposto inferno?? tentador nao? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    abraços,fique com seus atomos.
    a biblia é machista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro equipe 01 sonic designer,

      não sei se você está disposto a apenas "Trollar" nos comentários ou espera discussões civilizadas que venham de perguntas sinceras, que nem eu. Pois bém, na dúvida, eu já respondi essa pergunta que você fez em outro post. Fica aqui o link pra você ler:

      http://www.respostasaoateismo.com/2011/08/o-problema-do-mal-parte-9-e-aqueles-que.html

      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  26. BANDO DE NERDS QUE NÃO TEM OQUE FAZER FICA AI NO PC INVENTANDO MERDS , SE DEUS NAO EXISTE , EXPLIQUE COMO SURGIO AS PESSOAS ,E OS ORGÃO [ AGORA NÃO VEM DIZER QUE FOI UM METEORO QUE VOU TE CHAMAR DE BURRO ] , ATE PARECE MSM SE DEUS NÃO EXISTE ( QUAL RAZÃO OU SENTIDO DE VIVER 0 ????
    TUDO QUE SEMEAR , VAI COLER LA EM CIMA *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com vc' Deus te abençoe

      Excluir
    2. as pessoas e os orgaos sugiram graças a evolução das bactérias até evoluirem por CENTENAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS de anos luz até se tornarem dinossauros e após um meteoro tamanho familha cair na terra e destrui-los (eu seja la como eles morreram)e depois de mais CENTENAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS de anos LUZ os mamiferos dominaram o planeta e evoluiram por mais CENTENAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS de anos luz e viraram o homem(a teorias que os aliens tenham abdusido a maioria dos macacos do planeta fazendo uma multasao e tornado-os humanos e os macacos que não foram abduzidos continuaram macacos normais,como esses que você vê no zoologico ou na floresta) e esta é a prova que Deus não existe e sim a ciência que gerou isso que conhecemos como o universo/galáxia

      Excluir
    3. as pessoas e os orgaos sugiram graças a evolução das bactérias até evoluirem por CENTENAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS de anos luz até se tornarem dinossauros e após um meteoro tamanho familha cair na terra e destrui-los (eu seja la como eles morreram)e depois de mais CENTENAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS de anos LUZ os mamiferos dominaram o planeta e evoluiram por mais CENTENAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS de anos luz e viraram o homem(a teorias que os aliens tenham abdusido a maioria dos macacos do planeta fazendo uma multasao e tornado-os humanos e os macacos que não foram abduzidos continuaram macacos normais,como esses que você vê no zoologico ou na floresta) e esta é a prova que Deus não existe e sim a ciência que gerou isso que conhecemos como o universo/galáxia

      Excluir
  27. Deus abensoue a todos vcs "JESUS chorou e foi por vcs" mau agradecidos.

    ResponderExcluir
  28. Você é realmente muito educado e tratou a todos super bem, assim como a maioria de ateus e ateias eu também já fui cristã, eu nem vou me aprofundar muito, mas responda sinceramente, se Deus existe e ele era tão presente com seu povo na época da bíblia, por quê ele não aparece logo e prova a sua existência? Ele ama tanto sua criação, tá vendo o caminho que muitos estão tomando e não faz nada, não existe uma única razão plausível e inquestionável para crer em Deus, exceto se o usarmos para preencher as lacunas, logo ele criou o sol, a Terra, a vida, nós todos, e se um dia a ciência obtiver tais respostas?? Deus ficará sem nada e acreditar nele será algo ilógico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Linda,
      pode não parecer, mas você está usando um argumento emocional. Existem razões de sobra para acreditar em Deus, e se você perguntar a muitos intelectuais que acreditam, eles te dirão várias. E mesmo assim, Deus certamente nunca apareceu de forma gloriosa para nenhum deles. Logo, ao contrário do que você está dizendo, Deus aparecer e "provar" sua existência não é necessário para se acreditar nele. E quando você pergunta "Por que Ele não aparece? Se ele ama a todos, etc." você só está lançando um argumento emocional.

      A Bíblia diz que a existência de Deus não precisa ser provada porque ela é de alguma forma evidente para nós. Seja ao olhar para o Universo, ou para dentro de nós mesmos, encontraremos a ideia de Deus lá. É difícil achar um povo ou uma cultura que não tenha desenvolvido este conceito.

      Sobre Deus "não fazer nada" em relação ao caminho das pessoas, entenda duas coisas: primeiro, isso é uma característica do próprio amor. Por exemplo, se você ama uma pessoa, mas ela não quer ficar com você, se você amá-la de verdade você vai deixá-la ir, porque não quer forçá-la a nada, mesmo sabendo que você poderia oferecer muitas coisas boas para ela. Deus faz isso com as pessoas, e deve ser muito doloroso para Ele, porque Ele sabe que as pessoas que o rejeitam estão caminhando para a própria morte eterna. Em segundo lugar, Deus já fez a maior coisa que ele poderia ter feito por todas estas pessoas. Deus ofereceu uma chance de perdão a todos que pecaram através de Jesus. O sacrifício de Jesus não foi algo estranho ou sem propósito, foi uma prova de amor pela humanidade.

      Você também alega que temos usado Deus para preencher lacunas no conhecimento, mas isso não é verdade. A ciência estuda a natureza e tudo aquilo que podemos medir e experimentar. Existem coisas que estão fora do alcance da ciência, e sempre vão estar. Não porque não temos conhecimento suficiente, mas por causa da própria limitação do método científico. Deus é uma dessas coisas. Deus transcende o Universo, e Deus não pode ser testado por experimentos científicos. Quando falamos de Deus, temos que usar outras áreas do conhecimento humano, como a teologia, a filosofia e a metafísica.

      Desculpe a breve resposta, mas tem um limite de caracteres aqui.
      Abraços, Paz de Cristo.

      Excluir
  29. Pura falácia, ele fala isso porque nunca passou por dificuldade.

    Se ele tivesse uma doença incurável logo logo mudaria de ideia.

    Primeiro, Deus não é hipótese. Deus não é algo sustentável pelo método científico, pois transcende à própria natureza. Já expliquei que Deus deve ser tratado por outro campo do conhecimento humano, a saber, a metafísica. A a Navalha de Occam não se aplica somente à ciência, mas a qualquer campo da filosofia, inclusive a metafísica. Os argumentos filosóficos nos levam a acreditar que deve existir um Deus, aplicando a Navalha de Occam, tudo que podemos dizer é que deve existir um Deus só em vez de vários, já que apenas um é suficiente para explicar a existência.

    O método científico é uma técnica bem-sucedida para estudar a realidade física. Mas a ciência não explica nem pode explicar a origem da realidade física, nem os porquês da existência. Para quem ainda não viu, sugiro que veja a postagem do vídeo A ciência pode explicar tudo?

    Quanto mais oração. kkkkk São um bando de analfabeto espiritual
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Os argumentos filosóficos nos levam a acreditar que deve existir um Deus, aplicando a Navalha de Occam, tudo que podemos dizer é que deve existir um Deus só em vez de vários, já que apenas um é suficiente para explicar a existência."

      Aplicando a navalha de Occam deus não devia existir.

      O universo não precisa dessa hipótese para existir.

      Aliás, a hipótese deus não explica nada, substitui um mistério por mistério.

      Ficamos na mesma.

      Excluir
  30. Você é muito usado por Deus, parabéns!!

    ResponderExcluir
  31. Jesus está voltando,cuidado com o que vocês falam.

    ResponderExcluir
  32. sabe o que eu acho..que na vdd eu acredito em Deus,sei que n tem provas nem nada,mais isso foi a tantos anos como quer provas? provas de roupas? ou pessoas que ele curou? n vai ter pq as pessoas ja morreram,e tmb naquele tempo n existia tv camera cell para registar o momento.

    ResponderExcluir
  33. esse bosta não existe, fácil provar, saia na rua e procure por ele, você nunca vai achar ele, pois o que naõ existe não pode ser visto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo onde você "provou" alguma coisa. Ondas hertzianas existem, mas não podem ser vistas.

      Excluir
    2. Não vejo onde você "provou" alguma coisa. Ondas hertzianas existem, mas não podem ser vistas.

      Excluir
    3. O ar existe nem por isso você o vê.

      Excluir
  34. isso nao é uma opiniao, e sim a realidade do mundo, se nao aceita to nem ai pois a verdade doi mas eh a verdade nao adianta ir reclamar com deus nao, e se for manda ele vir aqui me castigar. Vamos la partir pros seus lados entao, se deus é bom tao digno quanto voces diz, por que ele mata mais de 10 mil crianças por dia no mundo, isso mesmo 10 mil, cade seu deus nessa hora sao apenas crianças, beleza vamos analisar tbm os deficientes, coitados, se deus é tao bom por que ele faz crianças nascerem com deficiencia ?? vai me dizer que agora é bom nascer cego surdo ou mudo... vai la, idolatra uma ilusão msm, ore por seu deus e agradeça a ele por te amar mas que as crianças da africa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Deus Te abençõe!!!Não terá chance quando for tarde demais,então se arrependa agora!!!

      Excluir
  35. Duvido que exista algum deus, e tenho certeza de que o Deus da bíblia é tão imaginário quanto os mitológicos gregos, egípcios e etc...

    ResponderExcluir
  36. Muita infantilidade nisto tudo.

    O David tenta desesperadamente provar o improvável,

    ResponderExcluir
  37. "Por exemplo, uma pessoa que se afastou de Deus, adquire um câncer, isto faz ela se lembrar de Deus e assim ela se reconcilia."

    Simplesmente monstruoso.

    E pretendem os crentes ser pessoas boas ?

    Isto é teoria de sádico demente.




    "E note que, mesmo se a pessoa morrer, isto foi na verdade um bem para ela, porque ela morreu alcançando a salvação, que afinal é o nosso objetivo de vida."

    Um deus omnipotente que faz depender a salvação das suas criaturas desse tipo de sofrimento só pode ser um deus sádico demente. Tudo isto é monstruoso.


    Um ser bom e omnipotente salvaria de qualquer modo as suas criaturas, SEM AS TORTURAR.

    A crença é uma droga tão incapacitante do ponto de vista moral e lógico que não lhes permite compreender uma coisa tão óbvia ?

    ResponderExcluir
  38. "Por exemplo, uma pessoa que se afastou de Deus, adquire um câncer, isto faz ela se lembrar de Deus e assim ela se reconcilia."

    E além de monstruoso não funciona.

    Muita gente converte-se, enlouquecida pelo sofrimento.

    Mas muita gente deixa de acreditar em deus precisamente por assistir ao sofrimento.

    Então deus, além d euma besta cruel, seria totalmente incompetente, visto que, apesar de torturar constantemente as suas criaturas para que se convertam (!!!!!) a maior parte delas não se converte mesmo.

    É isto um ser perfeito ?

    Parece mais um monstro imbecilizado a fazer experiências cruéis com as suas criaturas.

    Basta isto para ver que o deus cristão foi criado á medida dos seus adoradores e não o contrário.

    ResponderExcluir
  39. Sou ateísta, e concordo com tudo que você disse ! Sociedade aceita, deus é imaginação ��

    ResponderExcluir
  40. Sou ateísta, e concordo com tudo que você disse. deus é só um fruto da imaginação das pessoas para os trouxas darem dinheiro para as igrejas

    ResponderExcluir
  41. Sou ateísta, e concordo com tudo que você disse. deus é só um fruto da imaginação das pessoas para os trouxas darem dinheiro para as igrejas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês são ignorantes de achar que podem comprovar a existência de Deus através da Ciência, se ele quisesse realmente se revelar já teria feito. Eu acredito, pois convivo com pessoas que seguem todos os mandamentos bíblicos e são livrados de obstáculos e problemas e todas as outras pessoas do mundo que conheço tem de encarar... Se alguem me explicar como o ser humano ignorante como é, capaz de matar e roubar poderia escrever ensinamentos que qualquer pessoa do mundo que seguir terá uma vida mais prospera, com saúde, amizade amor e tudo necessário.. alguem ai me diz se um senhor humano é capaz de fazer isso... NUNCA! AGORA SIGA OS MANDAMENTOS DE AMOR AO PRÓXIMO ENTRE OUTROS DA BÍBLIA E TENHO CERTEZA, VOCÊ TERÁ UMA VIDA MELHOR DO QUE SEMPRE IMAGINOU!

      Excluir
  42. Os gregos usaram Poseidon para explicar os terremotos, que agora sabemos serem causados pelo movimento das placas tectônicas para liberar pressão. O que acontece quando podemos provar, e não se pode negar, a teoria do Big Bang e da Evolução, que são ambas baseadas em muita lógica e são difíceis de negar que são verdadeiras. Esse fator é chamado de "O Deus dos Furos".

    ResponderExcluir
  43. Muitos Cristãos tentam usar este argumento para convencer as pessoas de que elas têm que ir para o céu. No entanto, experimente relacionar isso a algo que já aconteceu. O que aconteceu antes de você nascer? Não há nada a respeito disso na Bíblia. Peça para que expliquem as experiências de quase-morte que têm sido relatadas por muitas pessoas. Pergunte também o motivo dessas pessoas nunca relatarem que viram "céu", "deus", "anjos" ou qualquer coisa parecida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu procurei em varios sites uma prova da não existencia de Deus mais vejo que mesmo sendo letrafos todos os Blogueiros Ateus ainda nas suas afirmações sem base mostram querendo ou não que de fato existe um Deus ou um ser superior na verdade eu já li bastante as postagens de varios Blogs que pensei que mostrariam uma prova da inesistencia do Criador e não me convenceram e eu devo dizer tambem ao dono deste Blog que suas referencias Biblicas nada provam visto que a Biblia ela é clara quando nos incentiva a usar a fé e eu afirmo que a fé não é apenas pensar mais ter certeza de algo que nunca se viu dentro de uma familia o Pai tem a liberdade de fazer a sua lei e dizer para seus filhos o que devem ou não fazer talvez um ou outro faça contrario a vontade do seu pai o pai por sua vez pode castigar seu filho mostrando que está errado e isso não é errado
      nós criaos animais gado suinos ovinos e etc...
      mais vejamos bem quando o animal cresce nós o abatemos e o comemos e por que não o deixar viver e comer apenas a vegetação tendo em vista que se está tirando uma vida?
      pos bem.o BigBang aconteceu mais qual a força que provocou ele? já digo que o nada não pode criar nada se não existia nada então como se formou os gazes que caudaram uma esplosão e acabou criando o universo? faz sim sentido a teoria do BigBang no entantoo pode se descartar a teoria da evolução ou se não estariamos chamando macacos de parentes mais enfim o BigBang foi algo planejado assim como qualquer outra coisa que os Homens planejam na terra e pra finalizar só pra que fique mais claro ou talvez não por que pela pobreza de argumentos e a falta de percepçãoa falta de busca de mais profunda de conhecimento lhes cega o Homem tem livre Arbitrio isso tambem é Biblico e o Rei Salomão já aconselhava os Jovens dizendo Jovens folguem no fia da sua mocidade porem saiba que te tudo Deus lhes trará o Juizo e o mais interessante é que justamente por causa do Livre Arbitrio que fazemos o que queremos as vezes até matamos o proximo mais assim como existe uma punição para tais pessoas tambem Deus pode punir como ele quiser
      obs: eu lhes aconselho a estudarem BigBang observando o Geneses como tudo se formou comparem a forma que tudo se formou com os estudos seus afinal de contas a Religião está no mundo à milhares de anos antes da Filosofia!

      Excluir
  44. Leia os 07 argumentos mostrando que o Deus bíblico não existe, no Recanto das Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me parece que esses "argumentos" são facilmente refutáveis.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...