quarta-feira, 20 de abril de 2016

[Vídeo] Por que Deus não se revela mais fisicamente?

Neste vídeo William Craig responde à questão comum das pessoas de porque Deus não aparece miraculosamente às pessoas, da forma como aparecia nos tempos bíblicos, por exemplo.

Vídeo original:



Transcrição:


Pergunta: Minha pergunta é para o Dr. Craig: A Bíblia diz que Jesus nos ama, que quer ter um relacionamento conosco e quer que acreditemos nEle. Ele até se mostrou a descrentes, como você mencionou - por exemplo, para pessoas como Tomé depois da crucificação - para ajudá-los a crer. Minha pergunta é: por que Jesus não continua a revelar-se fisicamente para as pessoas, particularmente, para incrédulos, para mostrar-lhes que Ele é real?


Resposta do Dr. Craig: Obviamente, Deus poderia fazer Sua existência ou a existência de Cristo mais evidente do que ela é. Ele poderia fazer as estrelas no céu formarem aspalavras "Deus existe"; ou ele poderia fazer com que cada átomo fosse marcado com uma etiqueta "feito por Deus". Então, claramente, Deus poderia fazer a sua existência muito mais óbvia. Porém, eu acho que a sua proposta foge ao ponto da questão. Deus não está interessado em apenas levar as pessoas a acreditarem que Ele existe, para assim aumentar os seus inventários ontológicos do Universo. Ele quer trazer as pessoas para uma relação salvadora e amorosa consigo mesmo. E eu penso que Deus, em Sua providência, soube como ajustar o mundo de forma ordenada, de modo a trazer um número máximo ou ótimo de pessoas a Ele livremente. E ele sabe que não é necessário ou vantajoso fazer Jesus de Nazaré aparecer miraculosamente a cada pessoa individualmente durante sua vida, a fim de proporcionar graça suficiente para a salvação de cada um.

De fato, é possível que em um mundo em que a existência de Deus está debaixo do nariz das pessoas o tempo todo, ou em que Jesus estaria constantemente aparecendo nos quartos das pessoas, as pessoas fiquem na verdade irritadas com a afronta de esse "intruso" aparecendo em sua suas casas o tempo todo sem ser convidado, e isso não levaria de forma nenhuma a uma fé mais profunda ou amor nEle. Por isso, penso que nós podemos confiar na sabedoria de Deus e em sua providência em preordenar o mundo de tal maneira que as pessoas recebem evidência adequada, embora não coercitiva para a Sua existência. E a pergunta para nós é como nós respondemos a isso.

Não é uma resposta adequada reclamar que você quer mais provas. Você precisa olhar para a evidência que você tem e tomar uma decisão com base nisso. Mas eu não acho que há qualquer razão aqui para pensar que Deus faria o que você sugere. É possível que isso não fizesse nada em relação a trazer um número maior de pessoas a um relacionamento salvífico com Ele.

8 comentários :

  1. e Outra ele quer que Tenhamos FÉ ! que Creiamos

    ResponderExcluir
  2. Ainda que não seja o padrão habitual, Jesus está aparecendo sim, a muitos no fechado mundo islâmico através de sonhos, visões, aparições, revelações sobrenaturais tremendas!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. E onde ficaria o livre arbítrio se Jesus aparece se a todos, Deus é gentil educado, não forçaria a sua presença as pessoas e muitos não acreditaram na época por que hoje seria diferente

    ResponderExcluir
  5. E onde ficaria o livre arbítrio se Jesus aparece se a todos, Deus é gentil educado, não forçaria a sua presença as pessoas e muitos não acreditaram na época por que hoje seria diferente

    ResponderExcluir
  6. Como pode Saulo(Paulo) ter tido uma visão sendo ele perseguidor dos cristãos, enquanto hoje muitos que buscam Deus fervorosamente são tratados com indiferença.
    cade o Deus justo.

    ResponderExcluir
  7. Então, para que acreditem nele, ele se esconde?

    Dar provas da sua existência irá reduzir a crença nele?

    Se mostrar indubitavelmente real é inconveniente para as pessoas e poderia afastá-las?

    Pedir provas é inadequado?

    Essa "lógica" está muito estranha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez se você compreendesse melhor o cristianismo e prestasse atenção na resposta do dr Craig, não haveria tais indagações.

      A fé é um das três virtudes teologais. Como o dr Craig explica:"Porém, eu acho que a sua proposta foge ao ponto da questão. Deus não está interessado em apenas levar as pessoas a acreditarem que Ele existe, para assim aumentar os seus inventários ontológicos do Universo. Ele quer trazer as pessoas para uma relação salvadora e amorosa consigo mesmo. E eu penso que Deus, em Sua providência, soube como ajustar o mundo de forma ordenada, de modo a trazer um número máximo ou ótimo de pessoas a Ele livremente."

      Esse "livremente" salienta um dos pontos crusiais concernente à fé. Tomé era um discípulo mal visto por Jesus, pois sua incredulidade era tamanha, cujo precisou tocar no Cristo ressureto para acreditar.

      João 20.29: "Então Jesus lhe disse:' porque me viu você creu? Felizes os que não viram e creram'".

      Ou seja, para Deus é muito valioso aquele que crê, frente às evidências deixadas por Ele, pois é sinal de confiança de seu servo para como Ele, haja visto que, Deus quer que o busquemos por amor, nada além disso.

      Ele já mostrou-se indubitavelmente real na pessoa de Jesus Cristo, e mesmo assim muitos o negaram, por que seria diferente nos dias de hoje? Sabendo-se que, isso não estaria de conformidade com o plano dEle para humanidade, em trazer o máximo de pessoas a uma relação amorosa salvífica livremente com Ele, como já citei acima.

      O evangelho não deve ser aplicado de modo coercitivo, cabe a cada um juntar as evidências que temos em mãos para então, chegar numa conclusão, que para uns são o suficiente e outros não. No entanto, Deus diz que, aquele que o buscar de coração e mente abertos, Ele se tornará real.

      A paz de Cristo. 😊



      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...